Al-Qaeda paga para recrutar sunitas

IRAQUE

, O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2010 | 00h00

A Al-Qaeda no Iraque está recrutando ex-aliados sunitas, oferecendo-lhes pagamentos mais altos do que os salários do governo. Segundo o xeque Sabah al-Janabi, líder do Despertar, que combate a Al-Qaeda, cerca de 100 dos 1.800 membros do grupo não recolheram salários nos últimos meses, um indício de que eles estão aceitando dinheiro do inimigo que busca tirar vantagem do vácuo de poder no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.