Al-Qaeda prepara ataques à marinha mercante, diz britânico

O comandante da Marinha britânica, almirante Alan West, advertiu que a Al-Qaeda, a rede terrorista de Osama bin Laden, pode lançar ataques contra a marinha mercante mundial, pois conhece a importância do setor para o comércio e a economia do planeta. "As informações disponíveis indicam claramente que há uma ameaça concreta", disse o militar, referindo-se a dados dos serviços secretos britânicos e americanos."Naturalmente, não posso dar detalhes, mas sabemos que eles (os terroristas) têm planos e estão muito interessados (nos navios mercantes como alvos)", insistiu o almirante britânico.Por sua vez, a Scotland Yard conseguiu da Justiça prorrogação por mais 72 horas da detenção de 13 suspeitos de terrorismo - entre os quais figuraria Abu Eisa al-Hindi, ou Bilal, presumível chefe da célula da Al-Qaeda na Grã-Bretanha. Mas a polícia britânica recusou-se a informar se ele, realmente, está entre os detidos numa blitz que coincidiu com a imposição do alerta laranja nos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.