Al-Qaeda promete continuar atacando autoridades sauditas

A rede extremista islâmica Al-Qaeda, liderada pelo milionário saudita no exílio Osama bin Laden, alertou que manterá seus ataques contra as autoridades sauditas, segundo declaração divulgada em nome do grupo um dia depois de uma operação de busca e apreensão em Riad ter resultado na morte de seis agentes de segurança.Uma cópia da declaração foi enviada por correio eletrônico à Associated Press nesta sexta-feira. O texto diz que o grupo continuará atacando seus oponentes. O documento continha a data de ontem e era assinado pela "Organização Al-Qaeda na Península Arábica". A declaração foi repassada pelo Instituto Saudita, um grupo de defesa dos direitos humanos com sede em Washington, Estados Unidos.Não era possível verificar de imediato a autenticidade do documento, mas seu texto era similar em estilo e aparência a declarações prévias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.