Al-Qaeda propõe troca de refém britânico por Abu Qatada

O braço da Al-Qaeda no norte do Mali propôs trocar um refém britânico por um radical islâmico detido na Grã-Bretanha, segundo o grupo de inteligência SITE. A proposta foi postada ontem em um fórum jihadista na internet.

AE, Agência Estado

30 de abril de 2012 | 10h49

O britânico Stephen Malcom, que também tem cidadania sul-africana, foi sequestrado na cidade malinesa de Timbuktu em novembro, junto com um sueco e um holandês. A divisão da Al-Qaeda disse que o libertará se a Grã-Bretanha aceitar deportar Abu Qatada, um clérigo palestino-jordaniano tido como figura proeminente da Al-Qaeda, a um dos países que passaram pela "Primavera Árabe" ou que permita que ele escolha para onde deve ser mandado.

O governo britânico está tentando extraditar Qatada para a Jordânia desde 2001. Recentemente, a Al-Qaeda fez ameaças dizendo que a atitude abriria a "porta do mal" para a Grã-Bretanha e seus cidadãos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Grã-Bretanharefémproposta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.