Al-Qaeda recruta menores para treinamento militar na Argélia

Grupo paga € 20 e € 30 para que jovens informem sobre ações das forças policiais

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 02h48

A polícia argelina deteve esta semana treze menores, entre eles dez estudantes, que teriam sido recrutados pela Al-Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI), afirma neste domingo, 10, o jornal Libertei.A grupo dirigido pelo líder Abdelmalek Drukdel recrutou os jovens, de 14 a 17 anos, na província de Boumerdès e lhes deu treinamento militar em seus refúgios da Cabília.Os jovens foram interrogados na presença de seus pais e dez deles se beneficiaram da liberdade condicional, enquanto os outros, cujas identidades não foram reveladas, ficaram presos à espera de julgamento.O jornal afirma que o trabalho dos jovens era informar os movimentos das forças de segurança, e por esse trabalho eles recebiam entre € 20 e € 30.

Mais conteúdo sobre:
Al-QaedaArgéliamenores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.