Al-Qaeda recruta ´não-árabes´, alerta FBI

O FBI advertiu neste sábado que a rede extremista Al-Qaeda está recrutando milicianos "não-árabes" para perpetuar ataques contra alvos em território norte-americano. A advertência está contida em um boletim semanal do órgão, que sustenta que a Al-Qaeda procura especialmente cidadãos norte-americanos ou residentes com seus papéis regulamentados.O recrutamento é focado em homens de 18 a 35 anos, mas não descarta nem mulheres nem imigrantes provenientes da África e Ásia meridional.O FBI anunciou que tem informações sobre um ataque da Al-Qaeda contra um alvo norte-americano para este verão no Hemisfério Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.