Al-Qaeda se instalará no Líbano, afirma jornal

A rede terrorista Al-Qaeda, de Osama bin Laden, estaria transferindo sua base de operações do Afeganistão para o Líbano, afirma o jornal londrino The Time em sua edição de hoje. De acordo com o diário, um importante líder ienemita da Al-Qaeda, com o pseudônimo de Salah Hajir, teria chegado em Beirute para entrevistar com líderes do grupo Hezbollah.O Times confirmou que, apesar das diferenças tribais entre o Hezbollah, que é uma organização muçulmana xiita, e a Al-Qaeda, que pertence às tribos sunitas, existe suficiente evidência para supor que ambos os grupos estão trabalhando de maneira conjunta, como havia ocorrido no início da década de 90.O jornal britânico afirma também que Bin Laden reuniu-se com importantes membros do Hezbollah durante aquele período, que por sua vez forneceram a Al-Qaeda explosivos e material de treinamento para ataques contra interesses dos Estados Unidos.Salah Hajir teria se reunido com vários líderes da organização fundamentalista islâmica Ain al-Hilweh, em Sidon, para pedir-lhes sua colaboração e ajuda logística para transferir a Al-Qaeda ao Líbano.Segundo o Times, um importante grupo de milicianos que haviam lutado junto aos talebans no Afeganistão teria regressado ao campo libanês de Usbat al-Ansar para reagrupar-se em uma nova operação.A última vez que o Hezbollah cometeu um ataque contra cidadãos americanos foi em Beirute, em 1983, quando 241 militares dos EUA morreram em conseqüência de um ataque suicida com um homem-bomba.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.