Al-Qaeda se responsabiliza pela morte do presidente do conselho iraquiano

Um comunicado publicado na internet por um grupo ligado à rede terrorista Al-Qaeda assumiu a autoria do atentado que matou o presidente do Conselho de Governo do Iraque. O comunicado, divulgado nesta quarta, é o segundo relacionado à explosão do carro-bomba que provocou a morte de Abdel-Zahraa Othman (também conhecido como Izzadine Salim) nesta segunda-feira. O anterior foi publicado na segunda pelo até então desconhecido Movimento de Resistência Árabe. A declaração desta quarta-feira foi feita pela ala militar do Grupo Monoteísmo e Jihah, supostamente encabeçado por Abu Musab al-Zarqawi, procurado pelos EUA por organizar, com o apoio da Al-Qaeda, grupos terroristas na luta contra as tropas norte-americanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.