Al-Qaida planejava ataque à embaixada dos EUA no Quênia

A decisão de fechar a embaixada dos EUA em Nairóbi, capital do Quênia, foi baseada na informação do serviço de inteligência de que militantes do Al-Qaida planejavam atacar a representação norte-americana com um caminhão-bomba, informou a rede de tevê MSNBC. A embaixada de Nairóbi, reaberta há poucos meses, possui a mais alta tecnologia em segurança, contudo, devido à nova ameaça, as autoridades decidiram fechá-la. A embaixada norte-americana foi reconstruída depois que uma bomba terrorista destruiu o edifício em 1998, matando mais de 200 pessoas. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.