Alarme falso de bomba provoca pânico em avião no Cairo

Uma falsa denúncia de bomba a bordo de um Airbus 600, da Kuwaiti Airlines, provocou pânico entre os 232 passageiros na hora de abandonar o avião, no Cairo. Um homem de 27 anos ficou ferido na cabeça na hora de lançar-se pelo tobogã, numa das saídas de emergência, e dezenas de outras pessoas sofreram ferimentos leves. Minutos antes de o Airbus decolar com destino à Cidade do Kuwait, a segurança do Aeroporto Internacional do Cairo recebeu um telefonema anônimo informando que havia explosivos a bordo. O avião foi deslocado para uma área de segurança e o comandante ordenou a abertura das seis portas de emergência para a remoção dos passageiros. Mas as pessoas se apavoraram e saíram de maneira caótica. Segundo a agência egípcia Mena, as autoridades se preparavam para adotar as medidas necessárias para o esvaziamento do Airbus quando o piloto deu a notícia aos passageiros, o que causou o tumulto. Depois de uma revista de mais de duas horas, a segurança do aeroporto informou que se tratara de alarme falso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.