reuters
reuters

Alarme falso desencadeia defesas aéreas da Síria

Agência de notícias estatal se retratou após informar que o país estava sob ataque externo

O Estado de S.Paulo

17 Abril 2018 | 10h08

BEIRUTE - Um alarme falso ativou os sistemas de defesa aérea sírios no início desta terça-feira, 17, afirmaram os militares do país. As autoridades negaram os relatos anteriores de que se tratou de um ataque externo aéreo e ressaltaram o caos da guerra na Síria, que envolve muitos lados. A imprensa estatal inicialmente reportou que o país se encontrava diante de um novo ataque e que os sistemas estavam derrubando os mísseis que voavam sobre a região central de Homs e num subúrbio de Damasco.

A Central de Mídia Síria afirmou que seis mísseis tinham como alvo a base aérea de Shayrat, em Homs. A organização também noticiou outro ataque, na base aérea de Dumayr, localizada num subúrbio de Damasco. O Pentágono negou qualquer atividade militar americana na área. Não houve comentários de Israel, que já realizou ataques aéreos contra a Síria anteriormente. Apenas horas depois da primeira notícia a TV síria transmitiu uma declaração militar com a informação de que o sistema de defesa fora ativado por um alarme falso.

No início do mês de abril, quatro militares iranianos foram mortos por um ataque aéreo contra a base de T4, em Homs. A Síria e seus principais aliados, Rússia e Irã, culparam Israel, que não confirmou ou negou a autoria da ação. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.