Maximiliano Luna/Telam/AFP
Maximiliano Luna/Telam/AFP

Alberto Fernández critica família Bolsonaro

'Estão muito preocupados comigo', disse presidente argentino após ser atacado por Eduardo Bolsonaro no Twitter

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2020 | 21h54

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, rebateu críticas do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) à resposta argentina à pandemia do novo coronavírus dizendo que a família do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, está muito “preocupada comigo e com a Argentina”.

O embate ocorre depois de o presidente brasileiro ter recebido o embaixador argentino, Daniel Scioli, no dia 19 do mês passado. Após oito meses de rusgas entre os líderes dos dois países, o argentino saiu da reunião dizendo que articulava um encontro até o final do ano entre Bolsonaro e Fernández.

Mas, na quarta-feira, 2, Eduardo Bolsonaro postou no Twitter ataques à quarentena imposta pelo líder argentino por causa da covid-19.

“Todos os dias vemos que Jair Bolsonaro tinha razão quando previa que a situação na Argentina se transformaria em calamidade.” E acrescentou: “Veja estes testemunhos de cidadãos argentinos e veja como o país foi destruído por seu governo socialista em poucos meses”, postou. Na sequência, donos de pequenos comércios na Argentina dão depoimentos em que dizem que tiveram de fechar as portas por causa das medidas do governo.

“A família Bolsonaro está muito preocupada comigo e com a Argentina”, rebateu Fernández. “Não conheço o Bolsonaro e não posso falar muito sobre o que esse homem disse”, afirmou o presidente argentino ao canal TN. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.