Alejandro Toledo adianta retorno ao Peru

O presidente Alejandro Toledo resolveu retornar nesta quinta-feira ao Peru depois do atentado ocorrido na madrugada de hoje próximo a embaixada dos Estados Unidos, na capital peruana, onde nove pessoas morreram e pelo menos 30 ficaram feridas. Toledo viajou ao México na tarde de ontem para participar em Monterey da reunião das Nações Unidas sobre finanças e desenvolvimento. "Diante desses acontecimentos o presidente tomou a decisão de retornar ao país já nesta sexta-feira", disse o vice-presidente Raul Diez Canseco após terminar uma reunião emergencial do Conselho de Ministros no palácio do Governo de Lima. Canseco disse que falou por telefone com Toledo e que o presidente repudiou e condenou "o covarde atentado terrorista" e que pediu pata Canseco transmitir sua solidariedade e condolências aos familiares das vítimas. O vice-presidente afirmou ainda que as medidas de segurança na capital para a chegada do presidente norte-americano George W. Bush, este sábado, serão reforçadas. Canseco pediu para que os organizações políticas e estudantis que convocaram manifestações de protesto contra a visita de Bush ao país cancelem esse atos "para evitar que algum terrorista possa se infiltrar nas passeatas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.