Alemães acusam iraquianos de espionagem

Autoridades alemãs detiveram dois cidadãos iraquianos suspeitos de espionar para seu país dentro da Alemanha, informou ontem a Procuradoria-Geral Federal. Os dois homens foram presos sob suspeita de terem espionado em diversas cidades alemãs, informou a procuradoria. O primeiro foi preso domingo; o outro foi detido dois dias mais tarde. Um júri ordenou que os dois fossem mantidos sob custódia investigativa por "suspeita urgente" de espionagem. "Eles são suspeitos de cumprirem missões para um serviço secreto iraquiano em diversas cidades alemãs desde o início de 2001", de acordo com o comunicado divulgado pelo gabinete da procuradoria na cidade sulista de Karlsruhe. A Procuradoria-Geral da Alemanha não divulgou a identidade dos suspeitos nem informou exatamente onde foram presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.