Alemães e suecos estavam a bordo

O porta-voz da companhia aérea Spanair, Sergio Allard, divulgou ontem a lista completa dos passageiros e tripulantes que estavam a bordo do avião que explodiu ontem. No entanto, Allard se recusou a informar a nacionalidade dos passageiros. Na Alemanha, a companhia Lufthansa informou que vendeu passagens no vôo para sete passageiros e disse que ao menos quatro deles eram alemães. O Ministério do Exterior da Suécia afirmou que dois cidadãos suecos estavam no avião. Um deles teria sobrevivido e está internado em Madri. A notícia de que também havia um chileno a bordo foi negada pela Spanair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.