Alemães protestam após ataque de skinheads

Mais de 500 pessoas participaram ontem à noite de uma manifestação espontânea contra a violência neo-nazista depois que skinheads esfaquearam três homens na zona oeste da cidade. O protesto foi pacífico, de acordo com a polícia. A multidão se aglomerou em frente ao restaurante onde ocorreu o ataque no qual duas das vítimas, uma de 27 e outra de 28 anos, ficaram seriamente feridas.A polícia deteve para interrogatório quatro homens, de 18, 44, 46 e 52 anos, e ainda procura por outras pessoas que estariam envolvidas no ato violento. Os quatro suspeitos, no entanto, não foram presos porque se recusaram a falar e não há testemunhas para confirmar qual das duas partes provocou o conflito.As vítimas passaram pelos skinheads que gritaram ?Heil Hitler? para eles. Em seguida, três skinheads atacaram as vítimas que entravam no restaurante.Dusseldorf foi o local onde um atentado a bomba feriu, no ano passado, um grupo de recém-chegados imigrantes soviéticos, alguns deles judeus, o que gerou uma onda de protestos contra os crescentes crimes de ódio na Alemanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.