Alemanha acredita em acordo para o conflito no Líbano

O ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Frank Walter Steinmeier, acredita que o Conselho de Segurança da ONU vai chegar a um acordo sobre um texto de resolução para a crise no Líbano, apesar da dificuldade nas negociações, em que aRússia apresentou uma segundo minuta. "Vejo um processo de aproximação, embora ainda não esteja tudo certo", disse Steinmeier à rede de televisão pública alemã ARD. Steinmeier afirmou que houve uma aproximação sobre oposicionamento do Exército libanês no sul do Líbano, o papel da Força Provisória da ONU para o Líbano (Unifil) e a posterior missão internacional de estabilização. Recém-chegado de uma viagem de vários dias pela região do conflito, o ministro manteve seu otimismo sobre a possibilidade de cessação das hostilidades, apesar das "decisões aparentementeopostas no governo israelense".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.