Alemanha acusa Rússia de ampliar tensão na Ucrânia

A Alemanha acusou a Rússia de intensificar o conflito na Ucrânia. O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, disse que Moscou deve ter um interesse em resolver a situação, já que a economia russa está sofrendo impactos do conflito.

AE, Agência Estado

14 de abril de 2014 | 07h00

"Há muitos sinais de que a Rússia está alimentando a instabilidade na Ucrânia e vemos movimentos das tropas russas", disse Schäuble , em entrevista à rádio Deutschlandfunk nesta segunda-feira.

O ministro alemão também destacou a decisão da Rússia de aumentar os preços de fornecimento de gás para a Ucrânia como mais um instrumento para implantar a crise na região.

"A Rússia deve saber que os países ocidentais não serão chantageados", afirmou Schäuble. "Estamos tentando convencer o Kremlin de que a resolução da situação é do seu próprio interesse, porque a economia russa já está sofrendo enormemente devido à escalada das tensões", completou.

Os comentários foram feitos antes de uma reunião dos ministros das Relações Exteriores da União Europeia (UE) na segunda-feira para discutir a situação na Ucrânia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanharússiaucrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.