Alemanha acusa suspeito de atentados de 11/09

A Justiça alemã acusou formalmente hoje o marroquino Abdekghani Mzoudi, de 30 anos, de cumplicidade no assassinato de 3.066 pessoas nos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos. Segundo a promotoria, Mzoudi assinou, como testemunha, o testamento de Mohamed Atta, um dos pilotos suicidas, apontado como organizador dos atentados e líder de célula da Al-Qaeda em Hamburgo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.