Alemanha assina declaração pedindo resposta a Síria

Alemanha assinou uma declaração global pedindo "uma resposta forte" a um ataque com armas químicas atribuído ao regime do presidente sírio, Bashar Assad, disse o ministro das Relações Exteriores alemão, Guido Westerwelle, neste sábado.

AE, Agência Estado

07 Setembro 2013 | 09h01

A Alemanha foi o quinto integrante da União Europeia a assinar a declaração, emitida durante a cúpula do G-20, em São Petersburgo, onde foi assinada por 11 países, incluindo Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Itália e Espanha. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
AlemanhaSíriaresposta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.