Alemanha celebra 25 anos da queda do Muro de Berlim

A chanceler alemã, Angela Merkel, conduziu neste domingo as celebrações do 25º aniversário da queda do Muro de Berlim. Merkel disse que a derrubada da barreira foi um exemplo do desejo humano por liberdade e fez uma homenagem aos que ajudaram a destruir a parede que durante 28 anos serviu como símbolo da guerra fria.

Estadão Conteúdo

09 de novembro de 2014 | 10h39

"A queda do Muro nos mostrou que os sonhos podem se tornar realidade", disse Merkel no principal memorial da barreira, na Bernauer Strasse. "Nada precisa continuar como está, não importa quão grandes sejam os obstáculos."

A derrubada do símbolo foi o clímax de semanas de protestos populares em Berlim, motivados pelas mudanças que já vinham ocorrendo em toda a Europa. Na noite de nove de novembro de 1989, milhares de berlinenses do leste atravessaram a fronteira, após autoridades comunistas cederem à pressão crescente e aliviarem as restrições de viagem que impediram seus cidadãos de passarem para o lado oeste durante décadas.

Merkel destacou a importância do exemplo deixado pelos movimentos democráticos na Polônia, na Checoslováquia e na Hungria, e exaltou os alemães do leste que foram inspirados para enfrentarem a ditadura. Ela também fez uma homenagem aos que sofreram sob o regime comunista, incluindo as 138 pessoas que morreram no Muro.

A chanceler lembrou que o 9 de novembro é uma data significativa na história da Alemanha também por ter sido o dia no qual, em 1938, os paramilitares nazistas deram início ao massacre contra a população judaica do país, no que ficou conhecido como Reichskristallnacht, a "noite do vidro quebrado".

"Esse foi o primeiro sinal da morte de milhões", disse Merkel. Todo ano, "eu não sinto apenas alegria, mas a responsabilidade com a qual a história alemã nos encarregou", acrescentou. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhamuroaniversário

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.