Alemanha comemora o atentado contra Hitler

A Alemanha lembrará amanhã os 60 anos de um atentado a bomba contra Adolf Hitler, em 20 de julho de 1944. O presidente alemão, Horst Koehler, qualificou de patriotas os militares envolvidos no episódio. O líder da conspiração, coronel Claus Schenk von Stauffenberg, e os demais oficiais envolvidos foram fuzilados ou forçados ao suicídio pelo nazismo. Cerimônias públicas, presididas pelas autoridades alemãs, vão ocorrer amanhã nos locais onde tombaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.