Alemanha comemora o atentado contra Hitler

A Alemanha lembrará amanhã os 60 anos de um atentado a bomba contra Adolf Hitler, em 20 de julho de 1944. O presidente alemão, Horst Koehler, qualificou de patriotas os militares envolvidos no episódio. O líder da conspiração, coronel Claus Schenk von Stauffenberg, e os demais oficiais envolvidos foram fuzilados ou forçados ao suicídio pelo nazismo. Cerimônias públicas, presididas pelas autoridades alemãs, vão ocorrer amanhã nos locais onde tombaram.

Agencia Estado,

19 de julho de 2004 | 18h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.