Alemanha confirma que um dos terroristas vivia em Bochum

A Procuradoria-Geral federal alemã confirmou que um dos supostos autores dos atentados de terça-feira nos Estados Unidos viveu em Bochun, oeste da Alemanha, e que seu desaparecimento foi denunciado por uma amiga.O homem, Ziad Samir Jarrah, fazia parte do grupo de supostos terroristas de Hamburgo já identificado. Figurava na lista de passageiros do avião que caiu em Pittsburg.O fato foi publicado pelo jornal Westdeutsche Allgemeine Zeitung, de Essen. Em Bochum, segundo o jornal, viveram e estudaram três dos terroristas árabes autores dos ataques a Washington e Nova York.Agentes do FBI chegaram a Hamburgo para colaborar nas investigações.Segundo o último número do semanário Der Spiegel, os investigadores norte-americanos deram a seus colegas alemães provas ?materiais irrefutáveis? sobre os três árabes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.