Alemanha contribuirá para fundo contra a aids

A Alemanha contribuirá com 300 milhões de marcos (cerca de US$ 131 milhões) para um fundo das Nações Unidas de combate à aids, informou o chanceler Gerhard Schroeder. A promessa de Schroeder foi feita após uma reunião com o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, que tenta obter dinheiro suficiente para que o fundo administre entre US$ 7 bilhões e US$ 10 bilhões anuais. "Espero que isto sirva de exemplo e inspire outras nações", disse Annan. "Este não é um fundo apenas para os governos. É uma luta na qual todos estamos engajados."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.