Alemanha corta mais de ? 26 bilhões em gastos militares

O ministro de Defesa da Alemanha, Peter Struck, anunciou planos de economizar mais de ? 26 bilhões em gastos das forças armadas do país. A economia seria possível graças à diminuição de despesas gerais, à redução dos quadros de soldados e ao fechamento de bases militares. Struck disse que a medida - a mais recente de uma série de ações com o objetivo de reduzir e modernizar o Exército alemão - envolve o fechamento de mais cem bases militares no país. As forças armadas retirariam uma encomenda de novos helicópteros para a marinha, cancelariam a compra de sondas e desistiriam de uma encomenda de 10.000 caminhões militares, explicou Struck. "Os contornos de um Exército alemão adaptado de forma realista ao século 21 está se tornando claro", declarou o ministro. A divulgação dos planos faz parte de uma reforma militar com o objetivo de cortar gastos e concluir a transição de uma força de defesa durante os tempos de Guerra Fria para em Exército capaz de executar missões de manutenção de paz e intervenções militares em zonas de crise.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.