Alemanha defende infraestrutura europeia de internet

Ministro alemão sugere à Europa desenvolver infraestrutura própria de Internet

DOW JONES NEWSWIRES, Agência Estado

03 de agosto de 2013 | 20h37

O ministro de Economia da Alemanha, Philipp Roesler, afirmou que a Europa deve desenvolver a sua própria infraestrutura de Internet para evitar espionagem por parte do serviço secreto de outros países, segundo reportagem publicada neste sábado no Rheinische Post.

"Nós também precisamos de soluções complementares independentes para a Alemanha e a Europa e ofertas com relação à infraestrutura de tecnologia da informação", disse o ministro ao jornal. Para ele, essa é a única forma de minimizar a dependência e garantir o transporte e armazenamento seguro de dados confidenciais.

A declaração de Roesler surge em meio a crescentes temores sobre privacidade e segurança de dados na rede, após o programa de coleta e análise da inteligência norte-americana, conhecido como Prism, ter se tornado público.

O ministro da Justiça do estado alemão de Hesse, Joerg-Uwe Hahn, disse que a transmissão não autorizada de dados deve ser tornar uma ofensa criminal, segundo reportagem do Die Welt.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhaespionageminternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.