Alemanha deseja promover integração de muçulmanos

O ministro do Interior alemão, Wolfgang Schaeuble, sugeriu à União Européia que promova um treinamento de imams (líderes do Islã) para deixar os muçulmanos mais confortáveis com os valores europeus.Wolfgang ainda criticou a veia fundamentalista do islamismo e a maneira como as mulheres são tratadas.Ele se comprometeu a usar a presidência germânica temporária da UE para agilizar a integração. Segundo o ministro, o plano de integração seria para "fortalecer os que vivem sob às leis européias e direitos universais"."Ainda há algumas partes do mundo muçulmano em que o esclarecimento histórico precisa ser implementado", disse Wolfgang aos jornalistas nesta sexta-feira. "Não devemos ser arrogantes, mas prestativos", completou o ministro.O ministro imitou as declarações do ex-chanceler britânico Jack Straw, que disse que considerava a burka (vestimenta das mulheres muçulmanas) como "um elemento que dificulta a comunicação". No entanto, ele completou dizendo que não são os políticos que devem escolher o que as pessoas devem usar.O ministro Wolfgang finalizou dizendo que igualdade entre homens e mulheres deve ser um princípio defendido em todos os lugares do mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.