Alemanha desmonta rede de pornografia infantil na web

Cinco dos principais provedores de internet da Alemanha concordaram hoje em bloquear o acesso a sites que, segundo investigadores criminais, hospedavam pornografia infantil. As autoridades anunciaram o desmantelamento de uma rede internacional envolvida com esse tipo de crime. Funcionários do setor de segurança do Estado de Baden-Wuerttemberg, no sudoeste alemão, disseram ter desmantelado ontem uma rede de pornografia infantil que supostamente envolvia 91 países, incluindo Brasil, Canadá, Nova Zelândia e os Estados Unidos.

AE-AP, Agencia Estado

17 de abril de 2009 | 16h10

Autoridades alemãs confiscaram mais de 500 computadores e outros 800 dispositivos de armazenamento. Os proprietários desses equipamentos eram monitorados desde o ano passado, segundo os funcionários. Como parte do acordo, o Escritório Federal Criminal enviará aos provedores de internet uma lista de sites que são sabidamente fontes de material pornográfico envolvendo menores. Os provedores terão a partir disso seis meses para bloquear os sites, com um sinal de pare em vermelho sempre que alguém tentar acessar a página.

Tudo o que sabemos sobre:
pornografia infantilAlemanhainternet

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.