Alemanha emprestará 100 milhões de euros a rebeldes

O governo alemão informou ontem que o país enviará ? 100 milhões para ajudar na reconstrução da Líbia. "Por causa da guerra de Muamar Kadafi contra seu próprio povo, a situação na Líbia é extremamente difícil", disse Guido Westerwelle, ministro alemão dos Negócios Exteriores. Berlim, que não participa dos ataques da Otan contra a Líbia, afirmou que os recursos serão devolvidos pelos rebeldes assim que o Conselho de Segurança da ONU liberar os ativos congelados de Kadafi ao novo governo líbio.

, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.