Alemanha exige que Rússia respeite soberania da Ucrânia

O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, declarou há pouco que a Rússia necessita, urgentemente, cessar "qualquer violação à soberania da Ucrânia e à sua integridade territorial", sob o risco de destruir todos os anos de trabalho envolvidos na construção da segurança na Europa.

BERLIM, Agência Estado

02 de março de 2014 | 10h54

A Rússia "não tem o direito" de invadir o território soberano da Ucrânia, disse o ministro, acrescentando que Berlim apoia o governo de Kiev. Ao descrever a situação na Crimeia como "altamente perigosa", Steinmeier disse que uma resolução pacífica do conflito ainda é possível, desde que ambos os lados evitem a provocação. "A nova divisão da Europa ainda pode ser evitado", disse o ministro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaUcrâniaAlemanhasoberania

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.