Alemanha fará parte do Conselho de Segurança da ONU

A Alemanha obteve nesta terça-feira um assento no Conselho de Segurança das Nações Unidas, em uma dura disputa entre três países. Portugal e Canadá disputariam na sequência uma segunda vaga no organismo mais poderoso da ONU, mas os canadenses acabaram desistindo e Lisboa ficou com o posto. A Alemanha recebeu 128 votos, um a mais que os dois terços necessários para ficar com o posto. Portugal ficou com 122, e o Canadá teve 114.

AE-AP, Agência Estado

12 de outubro de 2010 | 14h51

Colômbia, África do Sul e Índia obtiveram sem oposição os assentos reservados para América Latina, África e Ásia, na primeira votação realizada na Assembleia Geral de 192 membros.

Dez dos 15 assentos no Conselho da ONU são ocupados por grupos regionais, por períodos de dois anos, dos quais se elegem cinco por ano. As cinco vagas restantes são para os membros permanentes, com poder de veto: Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Rússia e China.

O Brasil ocupa atualmente uma vaga temporária no Conselho de Segurança, em um mandato que vai até o fim do ano que vem. Devem deixar o órgão em 31 de dezembro deste ano Áustria, Japão, México, Turquia e Uganda.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUAlemanhaPortugalCanadá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.