Alemanha homenageia vítimas do Holocausto

A Alemanha homenageou neste sábado as vítimas do Holocausto colocando flores em diversos antigos campos de concentração e realizando pronunciamentos contra o anti-semitismo e a xenofobia. Políticos compareceram em todo o país aos diversos monumentos em memória das vítimas no Dia Internacional da Memória do Holocausto, que lembra a libertação do campo de concentração da cidade de Auschwitz, em 1945.Em Berlim, os atos em memória das vítimas começaram pouco depois da meia-noite de sexta-feira com a colocação de flores na estação da Pulitzbrücke, de onde saíam os trens que levavam os judeus para os campos de extermínio durante a Segunda Guerra Mundial.A co-presidente dos Verdes, Claudia Roth, pediu aos cidadãos que enfrentem o ressurgimento de tendências ultradireitistas e anti-semitas.No campo de concentração de Buchenwald, o chefe de governo do estado federado da Turíngia, o democrata-cristão Dieter Althaus, ressaltou a necessidade de lembrar permanentemente o Holocausto para evitar o ressurgimento deste tipo de ideologia.A presidente do Parlamento regional de Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, Sylvia Bretschneider, tratou do problema do ultradireitismo nos estados federados que, como o seu, faziam parte da República Democrática Alemã.Na próxima segunda-feira, o Parlamento realizará um ato comemorativo em memória das vítimas do Holocausto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.