Alemanha: milhares protestam contra racismo

Milhares de pessoas protestaram neste sábado em Dresden, cidade do leste da Alemanha, contra o racismo e por uma sociedade aberta a todos. Os protestos foram uma respostas às manifestações semanais anti-islâmicas que vêm ocorrendo há meses na cidade.

AE, Estadão Conteúdo

10 de janeiro de 2015 | 15h01

As manifestações semanais são organizadas por um grupo chamado Europeus Patriotas contra a Islamização do Ocidente (Pegida) e tiveram a participação de até 18 mil pessoas.

O protesto contrário a esse movimento, que ocorreu hoje, mobilizou 35 mil pessoas.

De acordo com a agência de notícias alemã DPA, a prefeita de Dresden, Helma Orosz, afirmou que a cidade "não será dividida pelo ódio". A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, já havia pedido aos alemães que não participassem dos eventos da Pegida. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.