Alemanha não enviará tropas para o Líbano

A chanceler alemã Angela Merkel afirmou nesta quinta-feira que a Alemanha não enviará tropas de combate como parte da força de paz internacional que será enviada ao Líbano, mas poderá oferecer assistência naval para ajudar na segurança da região costeira do país.Ela, no entanto, não disse que se seu país dará mais auxílios não militares, como ajuda logística, transporte aéreo e reconhecimento. A chanceler acrescentou que ainda não discutiu sobre a quantidade de pessoal a ser enviado.O Parlamento deve aprovar previamente qualquer envio e o governo alemão avisou que não fará uma oferta concreta até que as condições e as regras sobre o envio estejam claras.Oficiais alemães e israelenses mostraram-se preocupados com um possível confronto entre tropas de Israel e da Alemanha, assim como a presença de soldados próximos à fronteira libanesa com Israel. O passado alemão nazista faz com que o envio de tropas alemãs seja um assunto delicado de se tratar. Porém, outros líderes alemães acreditam que, precisamente pelo passado nazista, o país tem a obrigação de garantir a segurança de Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.