Alemanha não participará de ataque contra Síria

A Alemanha não vai participar de nenhum ataque militar contra a Síria, mas vai trabalhar para encontrar uma resposta conjunta da Organização das Nações Unidas (ONU) para o suposto ataque com armas químicas realizado pelo regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, contra civis, disse neste domingo a chanceler alemã, Angela Merkel.

STEFÂNIA AKEL, Agência Estado

01 Setembro 2013 | 18h25

"A Alemanha só poderá participar se houver um mandato da ONU ou da Europa. Faremos tudo para acelerar esse processo e estou muito feliz por termos alguns dias de prazo", afirmou Merkel, durante debate antes das eleições de 22 de setembro.

A chanceler frisou que, durante a reunião desta semana de líderes do G-20, em São Petersburgo, a Síria será um dos assuntos a serem discutidos. Merkel pretende conversar com aliados de Assad - os presidentes da China e da Rússia - para buscar apoio por uma resposta conjunta da ONU. "Temos que ter um processo político, uma resposta coletiva", disse ela. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.