Alemanha pede mais sanções contra oligarquias russas

Berlim, 26/07/2014 - O vice-primeiro-ministro da Alemanha, Sigmar Gabriel, propôs que as contas bancárias de milionários russos sejam congeladas, como parte das pressões para que a Rússia interrompa o auxílio aos separatistas ucranianos. "Nós precisamos atingir a maioria das oligarquias russas. Isso precisa ser feito na próxima semana. Nós precisamos congelar suas contas nas capitais europeias e retirar seus vistos de entrada", afirmou em uma entrevista para a revista Der Spiegel.

Agência Estado

26 de julho de 2014 | 17h49

Gabriel, que também é ministro de Economia e Energia, disse que os políticos russos dependem das oligarquias locais. Ele admitiu que a Europa pode ser atingida indiretamente por retaliações russas, mas alegou que o continente não pode ficar sentando olhando enquanto a guerra civil causa a morte de pessoas inocentes, só por temer as consequências econômicas.

A União Europeia pode anunciar já nesta terça-feira novas sanções contra a Rússia, após a situação na Ucrânia ter se deteriorado com a queda de um avião da Malaysia Airlines, no último dia 17, que matou 298 pessoas. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaUcrâniasanções

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.