Alemanha pede negociação entre Israel e palestinos

O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Guido Westerwelle, disse neste sábado que seu país estava preparado para ajudar a criar as condições para uma retomada das conversas de paz entre Israel e os palestinos. Westerwelle, em visita de dois dias a Israel e a territórios palestinos, foi citado por comunicado do Ministério das Relações Exteriores dizendo que "a Alemanha está pronta para ajudar a criar um ambiente de confiança" que permitiria que as negociações fossem retomadas.

Agência Estado

18 de maio de 2013 | 16h33

"O fato mais importante é que negociações diretas entre Israel e os palestinos possam voltar a acontecer", afirmou Westerwelle, que se encontrou com o premiê palestino, Salam Fayyad, em Ramallah. O ministro alemão também ressaltou a importância de um desfecho pacífico do desenvolvimento econômico nos territórios palestinos.

Além disso, o Westerwelle pediu por uma conferência internacional sobre a guerra civil na Síria, como tem sido proposta por Estados Unidos e Rússia. Uma solução política é a "única coisa, dado o estado atual, que pode levar à estabilidade e à paz" e "a um desfecho democrático na Síria". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelpalestinonegociaçõesAlemanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.