Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Alemanha pede que EUA repensem escudo antimíssil

A Alemanha pediu aos Estados Unidos nesta quarta-feira, 21, que repensem a decisão de levar componentes do escudo antimísseis para o centro da Europa, afirmando que Washington estaria se arriscando a pagar caro para se proteger de ameaças não-existentes.O ministro das Relações Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, renovou suas críticas dias depois de ter conversado sobre o assunto com a secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, em Washington."Entendo o desejo dos Estados Unidos de se proteger de ataques de longa distância, mas também digo que não se pode fazer amigos ou a paz através de domínio militar", disse Steinmeier em um discurso ao parlamento.Os EUA querem instalar um sistema de radar na República Tcheca e dez mísseis de interceptação na Polônia até 2012. O país afirma que o sistema visa lidar com ameaças de países como o Irã e a Coréia do Norte.A Rússia, que encara o escudo antimíssil como uma invasão em sua área de influência, acusou os EUA na quarta-feira de usar táticas da Guerra Fria para convencer a Europa a abrigar o sistema.A chanceler alemã, Angela Merkel, do mesmo partido de Steinmeier, já pressionou para que haja um debate na Otan sobre o sistema, mas não criticou diretamente os Estados Unidos.

Agencia Estado,

21 de março de 2007 | 16h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.