Alemanha planeja congelar contas bancárias de Gregos suspeitos de fraude fiscal

A Alemanha pode estar planejando congelar as contas bancárias de cidadão gregos de alta renda suspeitos de fraude fiscal, afirmou o ministro da Economia, Sigmar Gabriel, em entrevista ao jornal alemão Rheinische Post neste sábado.

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2015 | 08h09

"Nós propomos o congelamento de contas bancárias de cidadãos gregos de alta renda que devem impostos à sua pátria. A oferta está de pé, mas para isso [acontecer], as autoridades financeiras gregas precisam manter-se ativas", afirmou Gabriel ao jornal.

A Europa está disposta a ajudar a Grécia, mas a aceitação do governo grego das reformas acordadas é um pré-requisito, reiterou. Os problemas da Grécia não são o resultado das iniciativas da troica, referindo-se ao Fundo Monetário Internacional (FMI), a União Europeia e do Banco Central Europeu (BCE), acrescentou.

"A Grécia é a vítima de sua própria elite econômica e política", afirmou o ministro.

Em relação à Rússia, Gabriel afirmou que duvida que a Grécia buscará substituir parceiros europeus com fidelidade ao governo russo. "Mesmo que eu tente, não consigo imaginar que alguém em Atenas esteja pensando seriamente em voltar as costas à Europa para jogar-se nos braços da Rússia. E eu também duvido que Moscou sinta qualquer necessidade premente de assumir alguns dos planos financeiros da Grécia, dada a situação econômica lá", disse ele. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhacongelamentocontasGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.