Alemanha prende dois curdos suspeitos de terrorismo

Procuradores alemães disseram hoje que dois turcos foram detidos acusados de pertencerem à organização curda Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, na sigla em curdo), considerada uma organização terrorista na União Europeia (UE). Os procuradores federais disseram que Mehmet A., de 28 anos, foi detido em Freiburg, enquanto Ridvan O., da mesma idade, foi preso em Dusseldorf. Os curdos do PKK lutam desde 1984 contra o Estado turco, pela autonomia do sudeste da Turquia.

AE, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 12h36

Segundo a polícia alemã, os dois suspeitos tentavam recrutar sequazes de origem curda e turca para o PKK na Alemanha. Os sobrenomes dos detidos não foram informados, de acordo com as leis alemãs de privacidade. Em outro episódio hoje, a polícia alemã informou que conduziu diversas buscas em casas e escritórios na região de Stuttgart, onde dois turcos e quatro alemães de origem turca estariam levantando dinheiro para uma organização terrorista estrangeira. A polícia não informou qual seria a organização suspeita e ninguém foi detido nessa operação. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhaprisãocurdosterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.