Alemanha retarda envio de armas a Israel

A Alemanha está retardando o envio de um carregamento de armas a Israel. Embora o governo negue, a atitude representa de fato um embargo às vendas de armamentos ao Estado judeu devido à escalada da violência no Oriente Médio.Segundo um oficial alemão, que falou na condição de anonimato, um pedido para a venda de partes de tanques chegou ao Conselho de Segurança do governo de Bonn, que tem a palavra final sobre a exportação de armas, mas não há uma data para uma tomada de decisão.O porta-voz do governo, Charima Reinhardt, negou-se em comentar o conteúdo de uma reportagem do jornal Berliner Zeitung segundo a qual as exportações foram bloqueadas. Reinhard alegou tratar-se de um assunto confidencial do conselho.O governo de centro-esquerda da Alemanha defende o embargo de armas para "regiões em crise", mas isso não impediu que o Estado judeu comprasse armamentos alemães em ocasiões anteriores.O Ministério das Relações Exteriores, que também toma parte na decisão de vendas de armas, negou-se a comentar o assunto, mas um deputado do governo e um especialista militar expressaram oposição ao envio de qualquer carregamento de armas ao Oriente Médio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.