Alemanha reverte condenações por traição da era nazista

O Parlamento alemão aprovou hoje, por unanimidade, uma medida revertendo todas as condenações por traição da era nazista, quase 65 anos depois do fim da Segunda Guerra. A ministra da Justiça, Brigitte Zypries, disse hoje que, "ao reabilitar os chamados traidores de guerra, nós restauramos a honra e a dignidade de um grupo há muito esquecido de vítimas da justiça nazista".

AE-AP, Agencia Estado

08 de setembro de 2009 | 13h56

As condenações por traição, com pena de morte, eram impostas na Alemanha nazista a qualquer ato considerado prejudicial à nação ou que pudesse auxiliar o inimigo. Desde o fim da guerra, em 1945, os condenados por traição tinham que entrar com uma ação individual na Justiça para reverter essas decisões.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhanazismotraiçãocondenações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.