Alemanha se dispõe a discutir coordenação fiscal na UE

O ministro das Finanças, Wolfgang Schaeuble, está se dispondo a discutir uma possível coordenação de políticas fiscais pelos membros da União Europeia, divulgou o tabloide Bild, neste final de semana. Diante dos problemas atuais com o euro, o ministro levantou a questão se "a política de moeda comum pode funcionar sem uma política fiscal coordenada", relata a publicação.

NALU FERNANDES, Agência Estado

12 de dezembro de 2010 | 13h15

"A escolha básica (quando o euro foi introduzido) foi de que políticas de finança e orçamentária seriam administradas em níveis nacionais. Se isto for mudar, alguém pode discutir sobre isso", disse o ministro, segundo o tabloide.

O ministro também disse que é contra a ideia de títulos públicos da zona do euro como um todo. Em uma entrevista separada, o ministro fez advertência em relação a pequenos Estados deixando a área do euro. "Se apenas um dos menores países sair (da zona do euro), as consequências seriam imprevisíveis", afirmou, de acordo com o Bild.

Schaeuble disse que a UE está no caminho de uma união política. "Em 10 anos nós teremos uma estrutura que irá corresponder muito mais ao que pode ser chamado uma união política", completou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaUEpolítica fiscal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.