Alemanha também quer indenização da Líbia por atentado

Uma alta autoridades da Alemanha viajou para a Líbia como parte do esforço do governo alemão para garantir uma compensação pelo atentado centra uma discoteca de Berlim Ocodental, cometido em 1986. No ataque morreram dois soldados americanos, uma mulher turca e 229 pessoas ficaram feridas, disse o ministério alemão das Relações Exteriores.O vice-ministro Juergen Chrobog foi a Trípoli nesta semana como parte de ?uma longa série de contatos de alto nível? entre as duas nações a respeito da questão, disse um porta-voz do ministério. Em setembro do ano passado um alto assessor do chanceler (primeiro-ministro) Gerhard Schroeder admitiu que Alemanha e Líbia negociavam uma compensação pela explosão na discoteca La Belle, um conhecido ponto de encontro dos soldados americanos na Berlim Ocidental.Em 2001, a Justiça alemã condenou quatro pessoas pelo atentado, dizendo que o crime havia sido organizado pelo serviço secreto líbio, com apoio da Embaixada da Líbia em Berlim Oriental.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.