Alemão é preso na Colômbia acusado de ajudar guerrilha

O Exército colombiano prendeu um estrangeiro, identificado como cidadão alemão, acusado de cooperar com as Forças Armadas Rvolucionárias da Colômbia (Farc). O estrangeiro, que não trazia documentos e cuja identidade está sendo confirmada, foi capturado quando transitava entre os municípios de Calamar e San José del Guaviare, a 360 quilômetros a sudeste de Bogotá. O comandante da IV Divisão, general Arcesio Barrero, afirmou que o alemão dava treinamento militar e instruções sobre finanças ao maior grupo rebelde do país. Barrero afirmou que não se trata do primeiro caso de um estrangeiro na região. "Temos conhecimento de que muitos estrangeiros chegaram a esta zona para instruir a guerrilha no manejo de explosivos e das comunicações", disse o militar à televisão local. A embaixada da Alemanha na Colômbia disse à Associated Press que estava verificando os fatos e que no momento não pode negar nem confirmar a informação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.