Alerta de tsunami após terremoto se estende até México e América do Sul

Colômbia e Equador estão em alerta; quase 20 países foram avisados do risco de ondas

Reuters

11 de março de 2011 | 07h29

América ameaçada. Logo após o terremoto no Japão, foi emitido um alerta de risco de tsunami para toda a costa do Pacífico

 

TÓQUIO - O alerta de risco de tsunami emitido nesta sexta-feira, 11, depois do terremoto de 8,9 graus no Japão se refere a toda a costa do Pacífico, com exceção da parte continental dos EUA e Canadá, informou o Centro de Alertas de Tsunami dos americano no Pacifico. O México e a América do Sul também foram avisados.

 

Veja também:

linkTsunami que atingiu costa do Japão chegou a 10 metros

linkOndas de tsunami gerado por terremoto alcançam cidade japonesa

linkNaoto Kan diz que danos causados pelo terremoto foram 'grandes'

linkTremor para trem-bala e aeroportos

linkFilipinas ordenar evacuação de habitantes após ameaça de tsunami

 

O alerta de tsunami foi direcionado aos seguintes países: Rússia, Taiwan, Filipinas, Indonésia, Papua Nova Guiné, Fiji, México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras, Chile, Equador, Colômbia e Peru. Austrália e Nova Zelândia, que estavam na lista inicial, foram depois removidos.

 

O Equador começou a retirar moradores de sua zona costeira, incluindo as ilhas Galápagos, diante da ameaça do tsunami. O anúncio da medida foi feito pelo presidente equatoriano, Rafael Correa, depois de ele decretar estado de emergência no país para facilitar os procedimentos.  

 

As autoridades da Colômbia também estão em atenção. Segundo a Direção Marítima do país, as costas devem ser atingidas por ondas de entre 50 cm e 70 cm, o que poderia causar maiores problemas. O governo mantém sob observação a situação em 16 povoados.

 

Leia ainda:

linkTerremoto é o sétimo mais intenso da história

linkComunidade internacional oferece ao ajuda

link'A situação aqui é triste', diz jogador brasileiro

linkGoverno não tem registro de brasileiros feridos

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAOTERREMOTOAMERICADOSUL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.