Alerta de tsunami é cancelado no Havaí

Ondas geradas por terremoto de 7,7 graus na escala Richter registrado hoje no litoral do chegaram menores do que as previstas

Efe

28 de outubro de 2012 | 11h10

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico (PTWC, na sigla em inglês) cancelou o alarme que havia decretado neste domingo para o Havaí, que passou a se transformar em um aviso para manter a cautela nesse estado durante as próximas horas.

O tsunami gerado pelo terremoto de 7,7 graus na escala Richter registrado hoje no litoral noroeste do Canadá chegou ao Havaí com ondas menores que as previstas, depois que as autoridades ordenassem a evacuação em áreas vulneráveis e sem informações de danos ou vítimas.

"A ameaça do tsunami diminuiu" e "não espera-se que aumente", indicou o PTWC, que cancelou o alarme às 0h54 do Havaí (8h54 de Brasília), duas horas depois que as ondas tocassem as costas do arquipélago.

Mesmo assim, "as mudanças no nível do mar e as fortes correntes" produzidas pelo tsunami podem provocar dificuldades ao longo da costa, por isso que se pede que se mantenha a cautela nas próximas horas.

Após o alerta emitido pelo Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico (PTWC, na sigla em inglês), as autoridades e serviços de emergência do Havaí tiveram pouco mais de uma hora para preparar a população para a chegada das ondas.

O porta-voz do PTWC, Gérard Fryer, explicou à imprensa local que as autoridades esperavam que as primeiras ondas tivessem dois metros, mas estas tiveram uma altura inferior às recebidas em março de 2011 após o terremoto do Japão, que no Havaí não causou vítimas.

Tudo o que sabemos sobre:
tsunami

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.