Alerta de tsunami no nordeste do Japão é retirado

Terremoto de 6,8 graus não afetou a usina nuclear de Fukushima, nem as centrais atômicas próximas, segundo informação da rede de TV japonesa NHK

Efe,

19 de agosto de 2011 | 04h23

Tóquio - A Agência Meteorológica do Japão retirou o alerta de tsunami emitido após o terremoto de 6,8 graus Richter que ocorreu nesta sexta-feira, 19, às 14h36 do horário local (2h36 de Brasília) no mar em frente à costa de Fukushima.

O alerta, ativado para as províncias de Miyagi e Fukushima e que previa ondas de meio metro de altura, foi desativado após não ter sido detectado nenhum tsunami.

Segundo a emissora 'NHK', o terremoto não afetou a usina nuclear de Fukushima Daiichi, nem as centrais atômicas próximas.

Até o momento, nenhum meio de comunicação local divulgou informações sobre danos graves nem vítimas do terremoto, embora o serviço em um trecho do trem de alta velocidade tenha sido interrompido por alguns minutos na linha Tohoku, que liga Tóquio à província de Aomori (norte).

Em algumas áreas, o tremor alcançou 5 graus na escala japonesa fechada de 7, que foca-se mais nas regiões afetadas do que na intensidade do terremoto, enquanto em Tóquio a força máxima registrada foi de 2.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotojapãofukushimatsunami

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.