Alerta do vulcão Papandayan sobe para nível 3 na Indonésia

Autoridade impuseram perímetro de segurança com raio de dois quilômetros em torno da cratera

Efe,

13 de agosto de 2011 | 06h38

JACARTA - As autoridades indonésias aumentaram para o nível 3, um grau inferior ao da erupção, o alerta em relação ao vulcão Papandayan, e impuseram um perímetro com raio de dois quilômetros em torno da cratera, informou neste sábado, 13, a imprensa local.

 

A Agência Nacional de Resposta a Desastres enviou ao monte de 2.665 metros de altitude, que fica a 175 quilômetros ao sudeste de Jacarta, uma equipe de especialistas para colaborar na evacuação de turistas e moradores da área de exclusão. O maior povoamento mais próxima ao vulcão é Garut, a cerca de 29 quilômetros ao nordeste do cume, com uma população de mais de 2 milhões de habitantes.

 

O porta-voz desta agência, Sutopo Purwo Nugroho, explicou que foi registrado um aumento significativo da atividade vulcânica nas últimas 24 horas. A última erupção aconteceu em 11 de novembro de 2002 e não causou vítimas fatais, embora tenha destruído casas e deixado um manto de cinzas em uma área de dez quilômetros de raio.

 

A Indonésia está assentada no denominado Anel de Fogo do Pacífico e abriga cerca de 500 vulcões, dos quais 129 encontram-se ativos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.