Alguns dos militares rebeldes filipinos se entregam

O grupo de militares que se rebelou contra o governo da presidente filipina, Gloria Macapagal Arroyo, na madrugada deste domingo, começou a se render em Manila. Segundo informações do Exército, cerca de quinze dos quase duzentos militares rebelados já teriam se entregado às forças legais. A rendição teve início algumas horas depois que a presidenta Arroyo declarou o ?estado de rebelião? no país, assumindo poderes especiais para enfrentar o grupo de militares. O ?estado de rebelião? é uma figura jurídica que autoriza o Exército e a Polícia a realizarem detenções sem necessidade de mandado judicial. Arroyo deu também um ultimato ao grupo, estipulando o prazo das 17h (horário local, 6h da manhã no horário de Brasília) para que os rebelados entreguem as armas.

Agencia Estado,

27 Julho 2003 | 05h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.